Cidade

Após divergências, novo restaurante é construído em área do antigo Barravento

Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (30), o secretário de Urbanismo (SUCOM), Silvio Pinheiro, falou sobre o futuro do espaço onde existia o Barravento, em Salvador. De acordo com o secretário, seria construído um bar no local, mas após divergências, foi iniciada uma obra que vai dar lugar a um novo restaurante. [Leia mais...]

[Após divergências, novo restaurante é construído em área do antigo Barravento]
Foto : Divulgação

Por Camila Tíssia e Gabriel Nascimento no dia 30 de Março de 2016 ⋅ 12:55

Em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (30), o secretário de Urbanismo (SUCOM), Silvio Pinheiro, falou sobre o futuro do espaço onde existia o Barravento, em Salvador. De acordo com o secretário, seria construído um bar no local, mas após divergências, foi iniciada uma obra que vai dar lugar a um novo restaurante.

"Inicialmente tinha sido arrendado por um grupo de São Paulo para fazer um bar de uma grande cervejaria, no meio do caminho divergências entre o proprietário do imóvel e o grupo da cervejaria começou a atrapalhar o início da obra e o prefeito quis desapropriar a área. Desapropriamos e está sendo um novo restaurante, com outro investidor, muito bacana, há um compromisso, eles estão encaminhando o cronograma", afirmou. 

Silvio ainda disse que, desta vez, se o prazo não for cumprido a prefeitura vai fazer um espaço público. "Ontem passei por lá e vi que já estão levantando a estrutura metálica, a gente espera que mais um equipamento seja entregue na Barra. Parece que em 14 meses. Vi na Barra que a gente começa a ver o que a gente previu que aconteceria. A partir da obra [de requalificação] de fato aconteceu, são novas pizzarias, hamburguerias e aquelas paletarias", disse.

Notícias relacionadas

[Vistoria do transporte escolar de Salvador começa hoje]
Cidade

Vistoria do transporte escolar de Salvador começa hoje

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Setembro de 2019 ⋅ 08:40 em Cidade

Segundo a Semob, o permissionário que não passar pela fiscalização até o dia 27 de setembro vai pagar multa de R$42,30 e ficará impedido de exercer a atividade