Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quarta-feira, 29 de maio de 2024

Home

/

Notícias

/

Cidade

/

Reunião termina sem acordo e rodoviários apontam manifestações e possibilidade de greve geral

Cidade

Reunião termina sem acordo e rodoviários apontam manifestações e possibilidade de greve geral

Trabalhadores criticam proposta de reajuste de 1,24% oferecida por empresários

Reunião termina sem acordo e rodoviários apontam manifestações e possibilidade de greve geral

Foto: Bruno Concha/Secom

Por: Metro1 no dia 14 de maio de 2024 às 12:05

Mesmo após a 10ª rodada de negociação, nesta terça-feira (14) não houve acordo entre os representantes do Sindicato dos Rodoviários e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps) com empresários de setor, e a categoria informou que haverá manifestações e a possibilidade de uma greve geral. 

Segundo o diretor representante sindicato dos Rodoviários, Daniel Mota, o percentual de reajuste oferecido foi de 1,24%, mas que fecha abaixo do valor da inflação."Achamos até que é uma proposta de deboche pelo fato de que não chega nem à inflação do período. Nunca, até onde conheço, fechou qualquer entendimento inferior a inflação. Percebo que os empresários nos empurram para uma greve", afirmou.

Segundo ele, há tratativas com o sindicato do transporte metropolitano e também com  o fretamento de turismo, já que o reajuste salarial é uma pauta convergente entre os trabalhadores das áreas. "Ao invés de ser uma greve só no sentido do município de Salvador, pode ser uma greve no estado", disse em entrevista à jornalista Luciana Freire, da Rádio Metropole.

A classe pede um reajuste que seja 4% acima da inflação do período, além da integração ônibus com o metrô para toda a categoria.