Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Sábado, 13 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Cidade

/

Presidente do Solidariedade é alvo de operação da PF que investiga desvio de R$ 36 milhões nas eleições de 2022

Cidade

Presidente do Solidariedade é alvo de operação da PF que investiga desvio de R$ 36 milhões nas eleições de 2022

Corporação cumpre na manhã deste quarta-feira (12) sete mandados de prisão preventiva e 45 de busca e apreensão

Presidente do Solidariedade é alvo de operação da PF que investiga  desvio de R$ 36 milhões nas eleições de 2022

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Por: Metro1 no dia 12 de junho de 2024 às 09:53

Atualizado: no dia 12 de junho de 2024 às 09:59

O presidente nacional do partido Solidariedade, Eurípedes Júnior, é um dos alvos da Operação Fundo do Poço, da Polícia Federal (PF) que investiga desvios dos fundos partidário e eleitoral que chegam a R$ 36 milhões nas eleições de 2022. No total, a corporação cumpre sete mandados de prisão preventiva e 45 de busca e apreensão no Distrito Federal, em Goiás e São Paulo.

Segundo a Polícia Federal o presidente do Solidariedade comprou um helicóptero para si com dinheiro público, desviado do fundo eleitoral. O veículo aéreo foi comprado  R$ 2,4 milhões  em 2015. 

Entre os já presos estão Cintia Lourenço da Silva, primeira tesoureira do Solidariedade; Alessandro, candidato a deputado federal nas eleições de 2022 e Berinaldo da Ponte, ex-deputado distrital. A corporação  ainda tem como alvos quatro ex-candidatos a deputados distritais pelo Pros, as investigações apontam que as candidaturas foram laranja, apenas para recebimento de quantias pelo fundo partidário.

Com a operação também foram bloqueados e indisponibilizados R$ 36 milhões e sequestro de 33 imóveis, após determinação da Justiça Eleitoral do DF.