Cidade

"Ou Nilo incorpora aumento ou paga multa de R$ 1,8 milhão", diz sindicalista

Em entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (20), o presidente do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (Sindsalba) detalhou a "briga" pelos direitos dos funcionários e afirmou que propositadamente, Nilo se nega a cumprir a decisão. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução/Secom

Por Gabriel Nascimento no dia 20 de Outubro de 2016 ⋅ 10:50

Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o deputado estadual Marcelo Nilo, pode pagar uma multa diária de R$ 5 mil, retroativa a 2015. Na última terça-feira (18), o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinou que a Casa incorpore "imediatamente" à folha de pagamento um aumento diferenciado concedido aos servidores no ano de 1991.

Em entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (20), o presidente do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (Sindsalba), Flávio Abreu detalhou a "briga" pelos direitos dos funcionários e afirmou que propositadamente, Nilo se nega a cumprir a decisão. "Ele não desconhece, mas fica recorrendo com embargos. Ele entrou no Supremo, já perdeu várias vezes. Na Procuradoria-Geral da União, Ministério Público, Advocacia-Geral da União, em todas as instâncias ele vem perdendo e fica protelando o cumprimento", afirmou.

"Entramos na Justiça há 24 anos e esse processo vem rolando. É uma briga intensa entre servidores e os gestores da ALBA. São 128 mil de processos tramitando em julgado e Nilo não quer fazer a incorporação. É um valor pequeno que é dividido entre 66 servidores", acrescentou. De acordo com o dirigente sindicalista, a multa que somada chega R$ 1,8 milhão deve ser paga do próprio bolso de Nilo, caso ele não cumpra a decisão. "Vamos pedir o cumprimento. Ou ele incorpora ou paga essa multa como pessoa física", finalizou.

 

Notícias relacionadas

[Entregadores de aplicativos fazem manifestações em Salvador]
Cidade

Entregadores de aplicativos fazem manifestações em Salvador

Por Kamille Martinho no dia 01 de Julho de 2020 ⋅ 13:25 em Cidade

Com o objetivo de conquistar melhores condições de trabalho, as manifestações também ocorreram em Aracaju, Belo Horizonte, Campinas, São Paulo, Fortaleza, Recife e Rio de...

[Site da Caixa Econômica registra instabilidade nesta terça]
Cidade

Site da Caixa Econômica registra instabilidade nesta terça

Por Metro1 no dia 30 de Junho de 2020 ⋅ 16:30 em Cidade

A instituição confirmou o problema, mas informou que a instabilidade se deveu à adoção de aperfeiçoamentos para dar conta do crescimento de volume de acessos nos últimos...