Cidade

Cerca de 27% das bebidas fiscalizadas na Operação Carnaval são reprovadas

O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), órgão delegado do Inmetro na Bahia, durante a fiscalização da Operação Carnaval, reprovou 27,6% das bebidas destinadas à venda nos circuitos. [Leia mais...]

[Cerca de 27% das bebidas fiscalizadas na Operação Carnaval são reprovadas]
Foto : Agência Brasil

Por Yasmin Garrido no dia 22 de Fevereiro de 2017 ⋅ 17:45

O Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), órgão delegado do Inmetro na Bahia, durante a fiscalização da Operação Carnaval, reprovou 27,6% das bebidas destinadas à venda nos circuitos. Entre os itens reprovados estão cerveja, refrigerante, suco e cachaça, item que teve maior índice de reprovação.

Os produtos reprovados estavam sendo vendidos com a quantidade abaixo do indicado no rótulo, o que representa lesão ao consumidor. Todas as empresas foram notificadas e devem responder pelas irregularidades. “Fazemos a fiscalização desses produtos durante todo o ano, mas intensificamos no período [de carnaval] em função do aumento do consumo pela população. Estamos de olho nas empresas que aproveitam as festas para aumentar seu lucro prejudicando o cidadão”, alerta o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal.

As empresas notificadas têm até dez dias para apresentar defesa, sob pena de multa que varia de R$ 100 a R$ 1,5 milhão, levando em conta os critérios de reincidência, porte físico, grau de irregularidade e se houve tentativa de impedimento da fiscalização. Os consumidores podem denunciar produtos suspeitos através da Ouvidoria do Ibametro. Basta ligar para 0800 071 1888 (ligação gratuita).

Notícias relacionadas