Cidade

'Faz parte da nossa vida', diz Saulo sobre 50 anos do TCA

O cantor Saulo Fernandes esteve presente na abertura das comemorações pelos 50 anos do Teatro Castro Alves (TCA), na Concha Acústica, e se apresentou ao lado de Gilberto Gil, Baby do Brasil e Saulo e o afoxé Filhos de Ghandy, sob a regência do maestro Carlos Prazeres na Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba). Nascido no município de Barreiras, no oeste da Bahia, Saulo disse que, desde criança, nem em sonho se via cantando no Teatro Castro Alves. [Leia mais...]

['Faz parte da nossa vida', diz Saulo sobre 50 anos do TCA]
Foto : Eló Corrêa/GOVBA

Por Matheus Simoni no dia 05 de Março de 2017 ⋅ 15:25

O cantor Saulo Fernandes esteve presente na abertura das comemorações pelos 50 anos do Teatro Castro Alves (TCA), na Concha Acústica, e se apresentou ao lado de Gilberto Gil, Baby do Brasil e Saulo e o afoxé Filhos de Ghandy, sob a regência do maestro Carlos Prazeres na Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba).

Nascido no município de Barreiras, no oeste da Bahia, Saulo disse que, desde criança, nem em sonho se via cantando no Teatro Castro Alves. "Só que eu fiquei adulto, vim para Salvador e, agora, sobretudo, nessa experiência de carreira solo, eu pude conviver com a orquestra. O maestro Carlos Prazeres faz uma ponte incrível entre as músicas popular e erudita, e isso é transformador", disse ele.
 
Para o cantor baiano, o contato com o maestro Prazeres mudou o seu panorama de composição, muito por conta da força da música clássica. "E, de fato, as coisas que tive acesso são transformadoras. O TCA é um lugar mágico, onde artistas como Maria Bethânia pisam. Eu me sinto honrado em estar aqui hoje. O Teatro faz parte da nossa vida, da nossa cultura, do nosso entendimento de que a arte genuína é fundamental", declarou.

Notícias relacionadas