Cidade

Dia de paralisação: veja os serviços afetados em Salvador

Esta quarta-feira (15) é dia de paralisação nacional contra a reforma da Previdência, organizada pela Central Única de Trabalhadores. Diversas categorias decidiram parar as atividades em Salvador, além de alguns protestos que estão sendo realizados na cidade, travando o trânsito. [Leia mais...]

[Dia de paralisação: veja os serviços afetados em Salvador]
Foto : Agência Brasil

Por Milene Rios no dia 15 de Março de 2017 ⋅ 08:29

Esta quarta-feira (15) é dia de paralisação nacional contra a reforma da Previdência, organizada pela Central Única de Trabalhadores. Diversas categorias decidiram parar as atividades em Salvador, além de alguns protestos que estão sendo realizados na cidade, travando o trânsito. 

Veja o que parou e o que funciona:

Bancários
Os bancos vão abrir somente às 12h.  Segundo o presidente do sindicato dos bancários, Augusto Vasconcelos, a categoria é a favor da manifestação e não vai trabalhar pela manhã. 

Rodoviários
Tanto os rodoviários que circulam em Salvador, como os da Região Metropolitana, decidiram que a categoria não vai aderir à paralisação nacional contra a reforma da Previdência. Os ônibus estão circulando normalmente.

Correios
O sindicato da categoria (Sincotelba) infomou que a categoria vai aderir a greve de 24 horas dessa quarta-feira (15). Segundo Josué Canto, presidente da categoria, informou que acredita que mais de 80% dos trabalhadores da Bahia parem neste dia 15. Os setores emergenciais de entrega devem ser mantidos.

Escolas 
Escolas particulares, estaduais e municipais aderiram à paralisão nesta quarta-feira (15). De acordo com a diretora de imprensa do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia, Rose Assis, os servidores e professores das escolas municipais e estaduais irão inclusive, entrar em greve por 10 dias a partir de hoje. 

Confira algumas das escolas particulares que não estão tendo aula, nesta quarta: 
Anchieta
Antônio Vieira
Gregor Mendel
Instituto Social da Bahia (Isba)
Lua Nova
Marista
Miró
Módulo
Oficina
Salesiano Nazaré
Salesiano Paralela
São Paulo

Universidades

Todas as faculdades particulares estão funcionando normalmente. A Universidade Federal Da Bahia (ufba) E a Universidade Do Estado Da Bahia (uneb) não passaram a programação 
Nenhuma das duas instituições confirmaram se iriam aderir ou não a paralisação desta quarta-feira (15)

Hospitais e Postos de Saúde

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado da Bahia (Sindsaúde), os hospitais terão os serviços essenciais mantidos, mas serão suspensos serviços de ambulatórios e das áreas administrativas.  

Além disso,  manifestantes fecharam, no início da manhã desta quarta-feira, a Avenida Antonio Carlos Magalhães, em frente ao Shopping da Bahia, gerando um longo congestionamento na via, no sentido Avenida Luiz Viana Filho, a Paralela, e na Avenida Tancredo Neves. O grupo ocupou todas as faixas da via. O protesto começou por volta das 7h30. Com faixas e cartazes, os protestantes se posicionam contra reformas trabalhista e da Previdência.

Notícias relacionadas