Cidade

Escritor lembra reforma administrativa de Lomanto Jr. em novo livro: "Desafio"

Membro da Academia de Letras da Bahia, o professor e escritor João Eurico Matta foi entrevistado por Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (22), e comentou o lançamento do seu novo livro "Modernização do Poder Executivo na Bahia: Estratégia e Dinâmica do Programa de Reforma Administrativa do Governo Lomanto Júnior (1963-1967). [Leia mais...]

[Escritor lembra reforma administrativa de Lomanto Jr. em novo livro:
Foto : Reprodução/Jornal do Brasil

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 22 de Março de 2017 ⋅ 08:27

Membro da Academia de Letras da Bahia, o professor e escritor João Eurico Matta foi entrevistado por Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (22), e comentou o lançamento do seu novo livro "Modernização do Poder Executivo na Bahia: Estratégia e Dinâmica do Programa de Reforma Administrativa do Governo Lomanto Júnior (1963-1967). A obra trata do processo de declínio da estrutura administrativa da Bahia na época, até a implantaçãode uma nova estrutura moderna.

"É um trabalho de pesquisa historiográfica dedicada a memória de três notáveis homens públicos: o magnífico reitor Edgar Rego Santos, que inventou a escola de administração, Miguel Calmon, que deu um tremendo apoio ao programa de reforma administrativa, recebendo os 19 simpósios de políticas governamentais e a memória do saudoso e considerado estadista Antônio Lomanto Júnior. Lomanto foi o patrono da primeira turma de administração em 1996 e o paraninfo foi o então diretor Lafayette Pondé", afirmou.

O escritor chama a atenção para o que intitulou "anos críticos". "As trezentas páginas recompoem a história que correu em anos críticos, em 1964. No governo militar de Castelo Branco, tocamos a reforma com imensa ajuda da escola de administração da Universidade Federal da Bahia. Lomanto realizou uma reforma administrativa democrática e propôs isso na Assembleia Legislativa", disse. A obra será lançada no Palacete Goés Calmon, às 17h.

Notícias relacionadas