Cidade

Portugal sobre PL da Terceirização: "Nem a ditadura militar foi tão longe"

Questionado pelo Metro1, na manhã desta terça-feira (28), sobre o projeto de lei que permite a terceirização em empresas privadas e públicas, o secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal, foi claro em sua resposta: é contra. [Leia mais...]

[Portugal sobre PL da Terceirização:
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 28 de Março de 2017 ⋅ 09:23

Questionado pelo Metro1, na manhã desta terça-feira (28), sobre o projeto de lei que permite a terceirização em empresas privadas e públicas, o secretário estadual de Cultura, Jorge Portugal, foi claro em sua resposta: é contra.

"Nem a ditadura militar teve a coragem de chegar tão longe. Isso acaba com todo o legado de Getúlio Vargas. Isso acaba com a mínima garantia que o ser humano tinha para segurar a sua dignidade. A partir de agora é vale tudo", afirmou.

A declaração foi dada no evento em que o governador Rui Costa (PT) convocou 500 jovens por meio do programa Primeiro Emprego. O secretário classificou o ato do governo como um "farol de esperança" para os jovens. "Essa política aqui do governo da Bahia é uma cultura diferenciada de todo o Brasil. Ainda há oportunidade para o jovem que tá saindo do ensino médio e indo para a faculdade. Tudo isso é um farol de esperança para essa meninada toda", acrescentou.

 

Notícias relacionadas