Cidade

Seca na Bahia: Salvador pode ter racionamento de água, alerta Embasa

Sem chuvas nas barragens que abastecem a capital baiana e a Região Metropolitana, os dados chamam atenção. Na Pedra do Cavalo, responsável por cerca de 60% do abastecimento de Salvador, a capacidade total de acumulação está em 62,88%. [Leia mais...]

[Seca na Bahia: Salvador pode ter racionamento de água, alerta Embasa]
Foto : Reprodução/Jornal Grande Bahia

Por Gabriel Nascimento no dia 10 de Abril de 2017 ⋅ 07:19

A possibilidade de racionamento de água em Salvador não foi descartada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Sem chuvas nas barragens que abastecem a capital baiana e a Região Metropolitana, os dados chamam atenção. Na Pedra do Cavalo, responsável por cerca de 60% do abastecimento de Salvador, a capacidade total de acumulação está em 62,88%.

De acordo com o presidente da empresa, Rogério Cedraz, as chuvas são extremamente necessárias nas regiões da bacia do recôncavo norte, na região de Camaçari, Mata de São João e Dias D’Ávila. 'A chuva veio para trazer contratempos para as cidades porque aconteceu nas regiões litorâneas. Os mananciais ficam localizados mais para o centro. Lá sim precisamos de chuva', explicou em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã desta segunda-feira (10).

Considerando o volume útil, entre o nível máximo e o nível de captação da água, os reservatórios apresentam esses percentuais de armazenamento: Pedra do Cavalo (22,85%), Joanes I (68%), Joanes II (8,08%), Ipitanga I (20,09%), Ipitanga II (30,62%) e Santa Helena (10,65%).

'Estamos com uma situação grave nos mananciais da Região Metropolitana. Nunca tínhamos visto uma situação de seca dessa nos últimos anos. É uma situação ruim em todo o estado. Chove no Nordeste quase todo e a Bahia tem ficado de fora disso. A situação é crítica e merece toda a atenção', ressaltou. Ainda segundo Cedraz, 'o uso racional de água é fundamental neste momento'. 

 

Notícias relacionadas