Cidade

Suspeito de envolvimento na morte de torcedor do Bahia já respondia por agressão

Em entrevista à Rádio Metrópole nesta segunda-feira (10), a delegada do departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) Patrícia Brito, afirmou que Pietro Henrique Ferreira Caribé Pereira, suspeito de ter envolvimento na morte de um jogador do Bahia, já tinha passagem pela polícia por agressão [Leia mais...]

[Suspeito de envolvimento na morte de torcedor do Bahia já respondia por agressão]
Foto : Reprodução

Por Luiza Leão no dia 10 de Abril de 2017 ⋅ 18:59

Em entrevista à Rádio Metrópole nesta segunda-feira (10), a delegada do departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) Patrícia Brito, afirmou que Pietro Henrique Ferreira Caribé Pereira, 25 anos, apontado como suspeito de ter envolvimento na morte de um jogador do Bahia, já tinha passagem pela polícia por agressão. O estudante de direito é integrante da torcida organizada do Vitória, Os Imbatíveis.

De acordo com a delegada, Pietro havia sido preso em fevereiro deste ano por agressão de um outro torcedor, mas foi solto após pagar fiança que custou quase R$ 9 mil, e por isso respondia em liberdade. Na época, ele ficou 10 dias detido.

Já no caso da morte de Carlos Henrique Santos de Jesus, de 17 anos, ocorrido num posto de gasolina, na Avenida Vasco Gama, após a tradicional disputa entre Bahia e Vitória, Patrícia Brito afirmou que a justiça ainda vai determinar qual será a situação dele, ou seja, a punição cabível. Na mesma confusão, Isaías Sousa Santos, também foi baleado, mas segue internado.

Pietro foi preso por volta das 14h desta segunda. De acordo com a polícia, além de ter respondido por agressão contra um outro torcedor do Bahia, tem passagem por furto de veículos.

Notícias relacionadas