Cidade

\'Lutei por minha vida\', diz suspeito de matar policial militar durante assalto a ônibus

Após oito meses das mortes de Tayrone Carlos dos Silva, reserva da Polícia Militar, e do policial civil Agnaldo de Almeida, a polícia prendeu os suspeitos dos homicídios nesta quinta-feira (13). O caso aconteceu durante um assalto a ônibus, em agosto de 2016, em Salvador. [Leia mais...]

[\'Lutei por minha vida\', diz suspeito de matar policial militar durante assalto a ônibus]
Foto : Reprodução/BocãoNews

Por Yasmin Garrido no dia 13 de Abril de 2017 ⋅ 14:31

Após oito meses das mortes de Tayrone Carlos dos Silva, reserva da Polícia Militar, e do policial civil Agnaldo de Almeida, a polícia prendeu os suspeitos dos homicídios nesta quinta-feira (13). O caso aconteceu durante um assalto a ônibus, em agosto de 2016, em Salvador.

Os suspeitos, Rodrigo Silva Santos, o \'Titio\', de 32 anos, e Adenilson Raí dos Santos, o Raí, de 26, foram detidos em Campinas, no interior de São Paulo, dentro de um imóvel alugado. Durante a apresentação à polícia, no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a dupla contou os detalhes do crime.

\'A gente estava no ponto da Brasilgás quando chegou o ônibus da Jauá e vimos o cobrador com um bolo de dinheiro, aí eu disse: \'é esse mesmo!\', relatou Adenílson. Os dois anunciaram o assalto nas imediações do Porto Seco Pirajá. \'O policial Tayrone atirou com uma pistola 380 contra minha cabeça, mas errou. Foi quando eu atirei. Lutei pela minha vida\', disse Rodrigo. A dupla vai ser indiciada por homicídio qualificado, além de responder pelo assalto ao coletivo e os roubos anteriores.

Notícias relacionadas

[Ufba fica sem luz após roubo de cabos]
Cidade

Ufba fica sem luz após roubo de cabos

Por Kamille Martinho no dia 18 de Outubro de 2019 ⋅ 14:20 em Cidade

Assessoria da universidade afirma que novo material já está sendo providenciado