Cidade

\'Faremos o inimaginável para não parar\', diz Setps sobre greve dos Rodoviários

O diretor de Relações Institucionais do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), Jorge Castro, afirmou que a categoria fará \'o possível\' para impedir a participação dos rodoviários na Greve Geral marcada para a sexta-feira (28) em Salvador. Em entrevista ao Metro1, o dirigente afirmou que o Setps estuda ingressar na Justiça contra os trabalhadores que participarem da greve, considerada por ele uma \'greve política\'. [Leia mais...]

[\'Faremos o inimaginável para não parar\', diz Setps sobre greve dos Rodoviários]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni no dia 24 de Abril de 2017 ⋅ 17:36

O diretor de Relações Institucionais do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), Jorge Castro, afirmou que a categoria fará \'o possível\' para impedir a participação dos rodoviários na Greve Geral marcada para a sexta-feira (28) em Salvador. Em entrevista ao Metro1, o dirigente afirmou que o Setps estuda ingressar na Justiça contra os trabalhadores que participarem da greve, considerada por ele uma \'greve política\'.

\'Faremos o possível e o inimaginável para não parar. Podemos fazer uma liminar para descontar os dias e descanso não-remunarado para quem aderir à essa greve. É ilegal, não tem nenhum sentido uma greve política no nosso negócio. A greve é política e vamos descontar e, se for o caso, vamos pensar seriamente em entrar na Justiça\', afirmou. Nesta segunda-feira (24), o presidente do Sindicado dos Rodoviários, o vereador Hélio Ferreira, confirmou a categoria vai aderir à greve e que a decisão tinha caráter \'nacional\'. \'Os rodoviários da Bahia não podem ficar de fora\', afirmou ele, em entrevista ao Metro1.

Notícias relacionadas