Cidade

Apesar de determinação do prefeito, grande parte dos servidores falta em dia de greve

Grande parte dos servidores municipais de Salvador não acataram a determinação do Prefeito ACM Neto e não compareceram ao trabalho nesta sexta-feira (28), dia de mobilizações por todo o país contra as reformas trabalhistas e previdenciárias do governo de Michel Temer (PMDB) [Leia mais...]

[Apesar de determinação do prefeito, grande parte dos servidores falta em dia de greve]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira no dia 28 de Abril de 2017 ⋅ 09:55

Grande parte dos servidores municipais de Salvador não acataram a determinação do Prefeito ACM Neto e não compareceram ao trabalho nesta sexta-feira (28), dia de mobilizações por todo o país contra as reformas trabalhistas e previdenciárias do governo de Michel Temer (PMDB). Na última quinta-feira (27), a prefeitura afirmou que cortaria o ponto do servidor que não fosse trabalhar.

Um servidor ouvido pela Metrópole que preferiu não se identificar afirmou que a estratégia da prefeitura de oferecer táxi gratuito aos trabalhadores não funcionou. 'Diversos servidores não vieram porque as companhias de táxi informam que já esgotou a cota. Tá tudo vazio aqui, 90% dos terceirizados não vieram pois dependem do transporte coletivo', disse.

Ainda segundo ele, cerca de 50% dos servidores não compareceram. 'E a Controladoria Geral tá vazia. O portão de acesso ao protocolo e ao gabinete está trancado. Vários chefes liberaram seus funcionários, contrariando a decisão do prefeito', completou.

Notícias relacionadas