Cidade

Secretário promete renovação e integração completa de transporte metropolitano

Secretário de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra), Marcus Cavalcanti conversou com José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (11), sobre a integração ônibus-metrô que continua gerando polêmica, mesmo após um recuo da Prefeitura de Salvador. Na última quarta-feira (9), ACM Neto (DEM) anunciou a integração total entre os modais. [Leia mais...]

[Secretário promete renovação e integração completa de transporte metropolitano ]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Laura Lorenzo no dia 11 de Agosto de 2017 ⋅ 10:26

Secretário de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra), Marcus Cavalcanti conversou com José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (11), sobre a integração ônibus-metrô que continua gerando polêmica, mesmo após um recuo da Prefeitura de Salvador. Na última quarta-feira (9), ACM Neto (DEM) cedeu às demandas do governo do estado e anunciou a integração total entre os modais.

Cavalcanti foi questionado sobre a situação dos ônibus metropolitanos e afirmou que o governo do estado pretende redesenhar e renovar a frota. "Publicamos hoje no Diário Oficial o primeiro passo para essa licitação das linhas metropolitanas. Nós estamos redesenhando todo esse sistema, aguardando a definição da novela, que rola aí há mais de três, quatro anos, da integração do sistema de ônibus de Salvador com o sistema de metrô e o metropolitano", declarou.

"Estamos publicando o aviso. Nós vamos ter ônibus com ar-condicionado, três portas, elevador de acesso para portadores de necessidades e nosso plano é terminar a licitação até o fim de dezembro", acrescentou.

Na ocasião, o secretário ainda comentou a disputa pela paternidade do metrô. "Não tem quem é dono do sistema. Nós temos que trabalhar para a melhoria do sistema, sem se preocupar com quem é o pai da criança. A função é que a população tenha um sistema mais confortável, mais seguro e mais barato. Isso vai aumentar também a competitividade de Salvador como um polo de atração turística, geração de emprego", concluiu.

Notícias relacionadas