Cidade

\"O cidadão não pode amordaçar os professores\", diz vereadora

A vereadora Marta Rodrigues (PT) esteve na Rádio Metrópole nesta segunda-feira (28), durante o Jornal da Cidade 2ª Edição, citou o projeto de lei Escola sem Partido do vereador Alexandre Aleluia (DEM) e falou sobre o programa \"Escola Livre\". Formada em Letras pela Universidade Católica, Marta afirmou que toda escola precisa ter consciência crítica. [Leia mais...]

[\
Foto : Laura Lorenzo/Metropress

Por Jessica Galvão no dia 28 de Agosto de 2017 ⋅ 18:07

A vereadora Marta Rodrigues (PT) esteve na Rádio Metrópole nesta segunda-feira (28), durante o Jornal da Cidade 2ª Edição, citou o projeto de lei Escola sem Partido do vereador Alexandre Aleluia (DEM) e falou sobre o programa \"Escola Livre\". Formada em Letras pela Universidade Católica, Marta afirmou que toda escola precisa ter consciência crítica. 

\"Em contraposição a este projeto [Escola sem Partido], nós apresentamos também, a Escola Livre. A escola livre da mordaça. Você não pode permitir que nenhum agente ou cidadão venha amordaçar os professores. E essa ideia surgiu no período do pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff, depois desencadeou naqueles movimentos de julho de 2013 e por ai veio construindo todo esse processo que, pra gente, é um retrocesso. E eu como professora, que estudei em escola pública, a gente também sabe que uma escola sem consciência crítica, ela deixa de ser escola. A escola tem que produzir conhecimento para além do que está estabelecido no plano de aula\", disse Marta.

Notícias relacionadas