Cidade

Perito contratado por Kátia Vargas é condenado após acusação contra delegadas; entenda

O perito Ricardo Molina de Figueiredo, que foi contratado pela médica Kátia Vargas, acusada de provocar o acidente que matou os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, foi condenado a um ano e três meses de reclusão e ao cumprimento de 36 dias de prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas [Leia mais...]

[Perito contratado por Kátia Vargas é condenado após acusação contra delegadas; entenda]
Foto : Reprodução

Por Paloma Morais no dia 29 de Agosto de 2017 ⋅ 15:22

O perito Ricardo Molina de Figueiredo, que foi contratado pela médica Kátia Vargas, acusada de provocar o acidente que matou os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, foi condenado a um ano e três meses de reclusão e ao cumprimento de 36 dias de prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas. A decisão foi proferida pela juíza Maria Fátima Monteiro Vilas Boas na última sexta-feira (25), e publicada pelo Bocão News nesta terça-feira (29).

O perito foi condenado pelos crimes de calúnia e difamação contra as delegadas Acácia Nunes e Jussara de Souza, responsáveis pela investigação da morte dos irmãos Emanuel e Emanuele Gomes. O caso que culminou na acusação aconteceu no dia 16 de dezembro de 2013, quando o perito Ricardo Molina afirmou, durante entrevistas à rádios locais, que as delegadas teriam formulado uma farsa para culpar a médica. Na ocasião, Molina ainda afirmou que uma das delegadas mudou a data do depoimento da testemunha que era a "peça chave" do processo para prejudicar sua cliente.  

O perito, porém, foi absolvido dos dois crimes em relação à delegada Jussara Souza. O Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado da Bahia - ADPEB/Sindicato afirmou que entrará com recurso. 

Notícias relacionadas