Cidade

Ocupação hoteleira de Salvador cresce 7,6% em julho: “Melhoria do fluxo de turistas”

A taxa de ocupação hoteleira em Salvador cresceu 7,6% em julho, quando comparada ao mesmo período do ano anterior. O número foi divulgado nesta sexta-feira (1) pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), que frisou que o aumento aconteceu mesmo durante a temporada de inverno, quando o número de turistas é menor [Leia mais...]

[Ocupação hoteleira de Salvador cresce 7,6% em julho: “Melhoria do fluxo de turistas”]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Bárbara Silveira no dia 01 de Setembro de 2017 ⋅ 11:08

A taxa de ocupação hoteleira em Salvador cresceu 7,6% em julho, quando comparada ao mesmo período do ano anterior. O número foi divulgado nesta sexta-feira (1) pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), que frisou que o aumento aconteceu mesmo durante a temporada de inverno, quando o número de turistas é menor.

De acordo com o secretário municipal de turismo, Claudio Tinoco, o dado positivo é fruto do aumento de investimentos no setor. Com a chegada do verão, segundo Tinoco, a expectativa é que a ocupação cresça ainda mais. “Esse índice é a confirmação de uma projeção, que fizemos no início do ano, da tendência na melhoria do fluxo de turistas. Claro que também é um reflexo na melhoria do cenário econômico, fazendo com que o turismo de lazer tenha sido aquecido nesse período”.

O levantamento mostrou ainda que durante a baixa estação, 84,4% dos turistas que visitam Salvador são nacionais - 60,4% do interior da Bahia e 39,6% de outros estados - e 15,6% tem origem de outros países. Dentre os locais mais procurados segundo a Secretaria de Cultura, estão o Centro Histórico, Igreja do Bonfim, Barra, Rio Vermelho, Casa do Rio Vermelho e fortes Santa Maria e São Diogo.

Ocupação hoteleira virou motivo de rixa
A ocupação hoteleira de Salvador foi motivo de confronto entre o representante do turismo municipal e o secretário de Turismo do Estado, José Alves. Em entrevista a José Eduardo, no início de agosto, Alves disse que, apesar dos bons números do turismo no Estado, Salvador não segue essa lógica.

“Há uma diferença entre estado e Salvador, tem que separar. A gente tem feito um esforço grande pra colocar Salvador na rota de turismo, porque passa por uma época complicada, não estamos 100%. A gente precisa qualificar mais ainda a cidade, a estrutura hoteleira, precisamos de uma forma ou de outra, buscar investidores”, disse.


Mas, ao Metro1, Tinoco rebateu e afirmou surpresa com a “falta de informação” e “desconhecimento” de Alves. “Ele vem do próprio trade, deveria saber, por exemplo, que Salvador tem mais de 37 mil leitos [de hotéis] e não 30 mil, como ele afirma. Temos mais de 20% a mais do que ele acredita ser o número. Isso demonstra desconhecimento da rede hoteleira e dos indicadores de Salvador. Por exemplo, o crescimento da taxa de ocupação em relação a 2016. E isso não é consequência de ações do governo do Estado em Salvador”, disse Tinoco.

Notícias relacionadas

[Ônibus voltam a circular no bairro de Santa Cruz]
Cidade

Ônibus voltam a circular no bairro de Santa Cruz

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Agosto de 2019 ⋅ 12:03 em Cidade

Veículos deixaram de entrar na localidade na noite de ontem (15), quando homens armados invadiram uma casa e fizeram moradores reféns por mais de uma hora