Cidade

Assim fica difícil... Moradores da Ilha de Maré voltam a reclamar de falta de água

Dois mil e dezessete já está em clima de despedida, mas para algumas questões o tempo parece não passar. Há oito meses, o Jornal da Metrópole denunciava o descaso da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) com moradores e comerciantes da Ilha de Maré. Hoje, pelo mesmo motivo, a Metrópole voltou a receber reclamações. [Leia mais...]

[Assim fica difícil... Moradores da Ilha de Maré voltam a reclamar de falta de água ]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento no dia 17 de Outubro de 2017 ⋅ 11:44

Dois mil e dezessete já está em clima de despedida, mas para algumas questões o tempo parece não passar. Há oito meses, o Jornal da Metrópole denunciava o descaso da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) com moradores e comerciantes da Ilha de Maré. Na época, tinha até gente utilizando água do mar na tentativa de driblar a falta de água, em pleno verão. Hoje, pelo mesmo motivo, a Metrópole voltou a receber reclamações.

Desta vez, populares relataram períodos de seca que duram mais de uma semana. "Nada mudou. O que mais indigna é a falta de respeito de não comunicar quais os dias que ficaremos sem água. Eu sofro com esse problema porque tenho o restaurante, tem uma demanda grande, minha conta não é baixa. Mas falo também pelos outros moradores, marisqueiros, todos sofrem. A Embasa sempre diz que está tudo normal", disse a proprietária do Restaurante da Preta, Angeluci Figueiredo.

Ainda segundo ela, o uso da água do mar para as tarefas de casa deixou de ser um metódo paliativo. "Tem muitas pessoas que usam para lavar casa, banheiro. Nada mudou e ninguém dá nenhuma satisfação. Você não sabe de nada. A comunidade fica refém", acrescentou.

A Metrópole entrou em contato com a Embasa e aguarda resposta.

Notícias relacionadas