Cidade

Com encerramento da fase de recursos, obras do BRT de Salvador devem começar em novembro

Depois de muito tempo de novela com o governo federal e de um pequeno atraso devido a impugnação da licitação, parece que finalmente o BRT de Salvador vai sair do papel. Segundo o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, as obras dos corredores elevados de ônibus devem começar em novembro [Leia mais...]

[Com encerramento da fase de recursos, obras do BRT de Salvador devem começar em novembro]
Foto : Divulgação

Por no dia 27 de Outubro de 2017 ⋅ 10:38

Depois de muito tempo de novela com o governo federal e de um pequeno atraso devido a impugnação da licitação, parece que finalmente o BRT de Salvador vai sair do papel. Segundo o secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, as obras dos corredores elevados de ônibus devem começar em novembro.
“Já divulgamos a relação das empresas classificadas. Evidentemente, em qualquer grande licitação, houve os recursos. Ao todo foram sete, que estão sendo concluídos esta semana. Com o resultado deses recursos, a gente espera a homologação desse processo licitatório”, declarou, em entrevista à Metrópole na segunda (23).

Mota afirmou que o prazo para a entrega do BRT é novembro de 2019. “Esperamos que até o mês de novembro o prefeito ACM Neto possa assinar a ordem de serviço, iniciando as obras. Na primeira linha, tem a ligação da Lapa com o posto Namorado, na Pituba, e até o Iguatemi. Os recursos dos trechos, próprios do Município, já estão garantidos”, falou.

Neto promete cumprir cronograma

Durante a cerimônia de apresentação do centro de convenções municipal, o prefeito ACM Neto (DEM) afirmou que a ordem de serviço vai ser assinada dentro do prazo citado por Fábio Mota. “Nós vamos homologar a licitação agora no final de outubro. Acho que dia 20 e poucos. É só dar a ordem de serviço nessa obra. Está só aguardando terminar a fase de recursos. Houve recurso administrativo, mas agora, no fim de outubro, a gente dá a ordem de serviço e começa”, garantiu.
As obras do trecho 1 do BRT serão realizadas pela construtora Camargo Corrêa, que venceu a licitação realizada em agosto. Além da empreiteira, a Geométrica Engenharia de Projetos também estará na obra, estimada em R$ 408 milhões.

Para o segundo trecho do corredor especial de ônibus, a Prefeitura de Salvador conta com R$ 300 milhões do Orçamento Geral da União (OGU), do Ministério das Cidades, e R$ 112 milhões por meio de um financiamento do Município com a Caixa Econômica Federal.

Notícias relacionadas