Cidade

Sem fazer integração, rodoviários cogitam parar por tempo indeterminado; entenda

O vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fábio Primo, foi entrevistado por José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (8), e afirmou que a categoria vai paralisar todo o sistema, caso a reivindicação do Vale Transporte não seja atendida. No início do dia, os ônibus não entraram nos terminais que dão acesso ao metrô. [Leia mais...]

[Sem fazer integração, rodoviários cogitam parar por tempo indeterminado; entenda ]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Gabriel Nascimento e Matheus Morais no dia 08 de Novembro de 2017 ⋅ 09:42

O vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fábio Primo, foi entrevistado por José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã desta quarta-feira (8), e afirmou que a categoria vai paralisar todo o sistema, caso a reivindicação do Vale Transporte não seja atendida. No início do dia, os ônibus não entraram nos terminais que dão acesso ao metrô. "A gente vem renegociando e ninguém resolve esse problema. Fizemos essa manifestação e se for preciso vamos parar o sistema todo. Eu tenho direito de ir e vir", disse, cobrando integração com o metrô.

"Nós estamos parados porque temos direito ao Vale Transporte como qualquer trabalhador comum. Todos os outros com seu vale conseguem integrar ônibus-metrô, metrô-ônibus, exceto rodoviários. Quando dá 20h na região de Mussurunga você vê vários rodoviários que não têm como pegar o metrô", acrescentou.

O secretário municipal de Mobilidade, Fábio Mota, afirmou que o caso "não diz respeito apenas ao Município". "Estamos aqui reunidos com os sindicatos. Mas temos que sentar também com a CCR Metrô, Governo do Estado e estamos pedindo uma audiência. A manifestação de hoje estabelecida pelos rodoviários é porque eles não estão com acesso ao metrô. Estamos formalizando um pedido de audiência para a gente levar esse assunto ao Estado e tentar encontrar alguma solução", concluiu. 

Notícias relacionadas