Cidade

Representantes de associação sobre cannabis defendem uso da planta medicinal: "Queremos produzir"

O presidente da Associação para Pesquisa e Desenvolvimento da Cannabis medicinal no Brasil (Cannab), Leandro Stelitano e o neurologista Antonio Andrade estiveram na Rádio Metrópole nesta quarta-feira (8), e defenderam o uso da planta para pacientes com epilepsia e câncer. [Leia mais...]

[Representantes de associação sobre cannabis defendem uso da planta medicinal:
Foto : Jéssica Galvão/ Metropress

Por Paloma Morais no dia 08 de Novembro de 2017 ⋅ 18:44

O presidente da Associação para Pesquisa e Desenvolvimento da Cannabis medicinal no Brasil (Cannab), Leandro Stelitano e o neurologista Antonio Andrade foram entrevistados no Jornal da Cidade 2ª Edição, na Rádio Metrópole, nesta quarta-feira (8), e defenderam o uso da planta para pacientes com epilepsia e câncer.

"Uma associação dessa vem em bom tempo, porque você vê uma patologia que precisa de uma medicação. Você tem substâncias que são utilizadas para controlar as crises convulsivas e tem uma ação tranquilizante", afirmou, acrescentando que o desejo da associação hoje é conseguir liberar, por meio de liminar, a plantação da planta. "A questão individual é que a Anvisa libera hoje. Você pode importar, mas você não pode produzir. É isso que a gente tá buscando. Temos 150 clientes, uma liminar para conseguir. Hoje no Brasil, tem em João Pessoa, tem a liberação da Anvisa para plantar a cannabis. Eles produzem o próprio óleo, eles plantam, fazem o extrato e do extrato tiram a substância", afirmou. Conforme informaram, até o dia 20 de novembro a entidade dará entrada na liminar.

Notícias relacionadas