Cidade

Após mais de 6h, protesto continua em frente ao Shopping da Bahia

Por incrível que pareça, a cidade continua travada por causa da manifestação que é realizada desde as 6h da manhã em frente ao Shoppping da Bahia, por rodoviários do Subsistema de Transporte Especial Complementar. Eles reivindicam a integração com os ônibus convencionas e o metrô. [Leia mais...]

[Após mais de 6h, protesto continua em frente ao Shopping da Bahia]
Foto : SSP/BA

Por Cristiele França no dia 26 de Março de 2018 ⋅ 12:31

Por incrível que pareça, a cidade continua travada por causa da manifestação que é realizada desde as 6h da manhã em frente ao Shoppping da Bahia, por rodoviários do Subsistema de Transporte Especial Complementar. Eles reivindicam a integração com os ônibus convencionas e o metrô.

Os manifestantes bloqueiam quatro das cinco pistas da Avenida Antônio Carlos Magalhães, no sentido da Luís Viana Filho (Paralela), com cerca de 40 ônibus, que obstruem tráfego. A Transalvador e a 35ª Companhia de Polícia estão no local, mas até agora nada foi resolvido.

Já são mais de 6h de protesto e as vias de acesso à região permanecem com o fluxo inviável, como é o caso da Mário Leal Ferreira (Bonocô), Barros Reis, BR-324, a partir da região de Pirajá. Como muita gente busca vias alternativas, quem tenta acessar Pernambués pega engarrafamento desde a subida do Horto Bela Vista.

Além disso, ouvintes da Rádio Metrópole informaram que ocorre mais um protesto, este na Avenida Ulysses Guimarães, em Sussuarana, em direção à Mata Escura. Uma pista teria sido fechada por causa da desapropriação de barracas comerciais. Uma pessoa, inclusive, foi atropelada há pouco, na entrada de Novo Horizonte. O Samu foi encaminhado ao local.

De acordo com o órgão de trânsito, outra manifestação acontece no CAB (Centro Administrativo da Bahia), em frente à Secretária de Educação, mas ainda não há detalhes sobre a ocorrência.

Notícias relacionadas