Cidade

Fundação José Silveira presta contas à sociedade com melhorias para pacientes com autismo

A Fundação José Silveira fez hoje (11), a prestação de contas da campanha Dia do Bem, Almoço Solidário e Chá Beneficente, realizados em 2017, com a entrega da reforma do Espaços de Convivência e da Sala de Psicologia do Centro Pestalozzi de Reabilitação. [Leia mais...]

[Fundação José Silveira presta contas à sociedade com melhorias para pacientes com autismo]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 11 de Abril de 2018 ⋅ 18:00

A Fundação José Silveira fez hoje (11), a prestação de contas da campanha Dia do Bem, Almoço Solidário e Chá Beneficente, realizados em 2017, com a entrega da reforma do Espaços de Convivência e da Sala de Psicologia do Centro Pestalozzi de Reabilitação.

Os recursos, arrecadados em parceria com a Subway na Bahia e contribuições da sociedade, possibilitaram as obras que resultaram em mais conforto e modernização para pacientes e familiares. Na ocasião, a superintendente da Fundação, Leila Brito, agradeceu “o apoio solidário de todos que têm contribuído para fortalecer o trabalho das nossas unidades de reabilitação, em benefício das pessoas em situação vulnerável".

Leila reafirmou o compromisso da FJS com a transparência na prestação de contas, em mais um evento aberto ao público. O agente de desenvolvimento da Subway no Norte e Nordeste, Frederico Pereira, disse que "a entrega dessas obras, para mim, é o evento mais feliz do ano", anunciando a campanha Dia do Bem pelo sexto ano consecutivo. Foram homenageados pela FJS parceiros como a colunista July Isensée, veículos da imprensa, como a Rádio Metrópole, e apoiadores, incluindo os cantores Jauperi, Levi Lima, Gilmelândia e Reinaldo, além de Tio Paulinho, que fizeram um pocket show no final do evento.

Notícias relacionadas

[Vistoria do transporte escolar de Salvador começa hoje]
Cidade

Vistoria do transporte escolar de Salvador começa hoje

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Setembro de 2019 ⋅ 08:40 em Cidade

Segundo a Semob, o permissionário que não passar pela fiscalização até o dia 27 de setembro vai pagar multa de R$42,30 e ficará impedido de exercer a atividade