Cidade

Prefeitura começa a minimizar impactos ambientais do BRT com replantio de árvores

A Prefeitura de Salvador iniciou hoje (17) o plantio de mudas no canteiro da Via Expressa, medida que visa compensar os impactos ambientais provocados pela retirada de árvores da Avenida Antônio Carlos Magalhães para a implantação do BRT. [Leia mais...]

[Prefeitura começa a minimizar impactos ambientais do BRT com replantio de árvores]
Foto : Divulgação/ Secis

Por Luiza Leão no dia 17 de Abril de 2018 ⋅ 14:20

A Prefeitura de Salvador iniciou hoje (17) o plantio de mudas no canteiro da Via Expressa, medida que visa compensar os impactos ambientais provocados pela retirada de árvores da Avenida Antônio Carlos Magalhães para a implantação do BRT.

A ação contou com a participação de 31 estudantes da Escola Municipal Luiz Anselmo, que auxiliaram os agentes municipais no plantio de mudas de ipê e pata-de-vaca próximo do acesso ao bairro da Soledade. De acordo com a Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação, a localidade vai receber um total de 300 árvores.

Apesar de as espécies serem retiradas da ACM, a prefeitura promete compensar os danos com o replantio de outros 1,7 mil vegetais próximo aos corredores do BRT.

A previsão estimada pela gestão municipal para que o projeto do Bus Rapid Transit saia do papel é 2020. No total, as duas etapas da obra vão custar R$ 800 milhões.

Notícias relacionadas