Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Sobre Praça Arthur Lago em Pernambués: "Ficou péssima", diz promotora do MP

A promotora do Ministério Público da Bahia, Hortênsia Pinho, em entrevista à Rádio Metrópole nesta segunda-feira (21), falou sobre a Praça Arthur Lago, reformada pela construtora JHSF em Pernambués. A obra fez parte do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), solicitado pelo MP, com o objetivo de minimizar os impactos causados pela construção do condomínio Horto Bela Vista. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Barbara Silveira/ Metropress

Por Bárbara Gomes no dia 21 de Setembro de 2015 ⋅ 19:32

A promotora do Ministério Público da Bahia, Hortênsia Pinho, em entrevista à Rádio Metrópole nesta segunda-feira (21), falou sobre a Praça Arthur Lago, reformada pela construtora JHSF em Pernambués. A obra fez parte do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), solicitado pelo MP, com o objetivo de minimizar os impactos causados pela construção do condomínio Horto Bela Vista. 

Para a promotora, a reforma do espaço não teve bom resultado. "Ficou péssima, é uma coisa decepcionante. O projeto não foi executado conforme o planejado. Os canteiros foram retirados e colocados de uma maneira inadequada, nos canteiros colocaram um granito preto e deram uma pigmentação errada ao piso. A sociedade queria que fosse requalificada, e não foi", disse Hortênsia Pinho. 

No acordo, a construtora recebeu o alvará de licença da Prefeitura de Salvador para construir o Horto Bela Vista, na condição de realizar intervenções para melhorar a circulação das pessoas e integrar a sociedade. Ainda estava previsto no TAC, a construção de uma escadaria, um curso de capacitação e melhorias na Rua Silveira Martins. "A ideia seria integrar a praça com a sociedade, mas não foi executado com conformidade. Por isso, marcamos uma audiência com a Prefeitura e com a JHSF. ", explicou a promotora. A audiência será realizada na proxima segunda-feira (28).

Notícias relacionadas