Cidade

Aplicativo promete trazer dinamismo e rapidez para Zona Azul de Salvador

O aplicativo ainda oferece suporte online para tirar dúvidas dos usuários

[Aplicativo promete trazer dinamismo e rapidez para Zona Azul de Salvador]
Foto : Tácio Moreira/Metropress

Por Matheus Simoni e Marina Hortélio no dia 17 de Outubro de 2018 ⋅ 18:10

Começou nesta semana o funcionamento da Zona Azul digital em Salvador, com aplicativos cadastrados para atuar em conjunto com as cartelas. Através de aplicativos em smartphones, os motoristas conseguem pagar para utilizar as mais de 11 mil vagas rotativas de estacionamento disponíveis na cidade. Um dos aplicativos credenciados é o Estacionamento Digital, que conta com diversas funções para os usuários, como explica Fabrício Naue, fundador e um dos sócios do app.

"As cartelas continuam válidas. O aplicativo vem para ser uma alternativa mais conveniente para o dia a dia das pessoas. Basta estacionar, abrir o aplicativo e com dois ou três cliques você já está regular", afirmou, em entrevista hoje (17), à Rádio Metrópole

O aplicativo ainda oferece suporte online para tirar dúvidas dos usuários. O engenheiro ainda explicou o funcionamento da novidade e como o sistema vai ser utilizado para substituir as cartelas aos poucos.

"Diferente das cartelas que, ao estacionar, você precisaria preencher ela e deixar no painel, agora, somente via aplicativo, as cartelas não têm essa opção. Você pode ativar o estacionamento, você para na vaga, ativa, ocorre o pagamento, mas se essa parada foi de menos de 15 min, no próprio app você aperta em cancelar e todo o valor é devolvido ao usuário", declarou.

Para tirar as dúvidas e conhecer melhor o aplicativo, confira a entrevista completa com Fabrício Naue abaixo:

Notícias relacionadas

[Homem diz ter cometido 13 estupros em Salvador e RMS ]
Cidade

Homem diz ter cometido 13 estupros em Salvador e RMS

Por Juliana Almirante no dia 12 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Cidade

Segundo a polícia, ele oferecia as oportunidades de emprego, se passava pelo motorista de um suposto contratante, e dopava as mulheres, antes de cometer os crimes