Cidade

Aluna do Colégio São Paulo é ameaçada de morte por colega que apoia Bolsonaro

A agressão verbal foi proferida por meio de rede social na noite de ontem

[Aluna do Colégio São Paulo é ameaçada de morte por colega que apoia Bolsonaro]
Foto : Reprodução / Instagram

Por Lara Ferreira no dia 30 de Outubro de 2018 ⋅ 15:20

Um aluno do Colégio São Paulo, em Salvador, fez ameaças de morte ontem (29) a outra estudante da instituição. 

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram o rapaz, que apoia o presidente eleito Jair Bolsonaro, afirmando que a oposição da colega ainda irá “lhe causar 17 facadas”. O número faz referência ao utilizado pelo candidato do PSL durante eleição presidencial deste ano. 

“Última vez que te aviso, quanto mais apoio você acha que tá ganhando, mais os meninos do grupo estão. Sua oposição como você insiste em falar vai lhe custar 17 facadas, pra você morrer que nem aquele mestre de capoeira preto que votou na petralhada”.

O mestre de capoeira a quem o aluno faz referência é o Moa do Katendê, de 63 anos, esfaqueado e morto, na noite de domingo (7), por briga política com um defensor de Bolsonaro.

Notícias relacionadas