Cidade

Lava Jato: OAS se recusa a apresentar documentos pedidos pela Justiça

[Imagem not found]
Foto : Foto: Divulgação

Por Juliana Almirante no dia 13 de Maio de 2015 ⋅ 16:31

A construtora OAS se negou a apresentar à Justiça Federal do Paraná explicações sobre as relações entre a empreiteira e a empresa de consultoria do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu. A justificativa da companhia é de que os documentos pedidos podem ser usados contra ela, ou seja, para que a Justiça decrete a prisão dos seus executivos.

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, determinou que a construtora entregasse dados e documentos sobre os negócios com a JD Consultoria, pertencente a Dirceu e ao irmão dele, após pedido do Ministério Público Federal.  A empresa e seus donos são alvo de investigação que apuram ligação entre pagamentos feitos à consultoria aos subornos em contratos da Petrobras. 

Notícias relacionadas

[São Paulo: Doria prorroga quarentena em SP até 22 de abril]
Cidade

São Paulo: Doria prorroga quarentena em SP até 22 de abril

Por Alexandre Galvão no dia 06 de Abril de 2020 ⋅ 15:00 em Cidade

​​​​​​​A determinação seguirá como a anterior, com o fechamento do comércio e mantendo apenas os serviços essenciais, como nas áreas de Saúde e Segurança