Cidade

Festa da Canonização de Santa Dulce dos Pobres terá apoio de 700 policiais e bombeiros

Segundo a SSP-BA, forças serão empregadas dentro e fora da Arena Fonte Nova, incluindo toda a região do Dique do Tororó

[Festa da Canonização de Santa Dulce dos Pobres terá apoio de 700 policiais e bombeiros]
Foto : Alberto Maraux / SSP-BA

Por Metro1 no dia 18 de Outubro de 2019 ⋅ 13:20

Cerca de 700 policiais e bombeiros vão atuar durante a celebração da canonização de Irmã Dulce, a Santa Dulce dos Pobres, neste domingo (20), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP-BA), as forças serão empregadas dentro e fora do estádio, incluindo a região do Dique do Tororó e as principais vias de acesso.

O esquema montado para atender aos mais de 54 mil devotos presentes ao evento começa a operar às 6h, e terá o reforço do Sistema de Reconhecimento Facial, já disponível em lugares estratégicos da capital e nos principais pontos de grande circulação.

No Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), localizado no CAB, equipes formadas por profissionais da SSP-BA e forças parceiras vão monitorar os acontecimentos nos arredores do estádio. No policiamento ostensivo e preventivo estarão 459 policiais militares, sendo 223 na área externa e 236 na interna. Haverá, ainda, reforço nas estações de metrô e de transbordo que levam ao estádio, além de escolta das autoridades civis e religiosas.

O Corpo de Bombeiros Militar terá um efetivo de 177 homens e mulheres, com foco no cuidado ao público. Eles estarão distribuídos em equipes de Químicos, Biológicos, Radiológicos e Nuclear (QBRN) e de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas (Brec). Embora o atendimento pré-hospitalar seja prioridade, haverá também grupos de salva-vidas e de mergulhadores dispostos no Dique do Tororó.

Equipes da Polícia Civil também serão mobilizadas, com a designação de 34 profissionais lotados no Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), Coordenação de Operações Especiais (COE), Departamento de Inteligência (DIP) e Polinter. Haverá também uma unidade móvel estacionada em frente à entrada sul do estádio, reforço na 1ª Delegacia Territorial (Barris) e nos postos hospitalares. Já o Departamento de Polícia Técnica (DPT) disponibilizará 10 pessoas em duas unidades móveis de perícia e em outras duas viaturas padronizadas estacionadas em frente ao estádio.

Notícias relacionadas