Cidade

Camaçari: Homem leva 4 tiros após beijar companheiro em bar

Um amigo da vítima relatou por meio do Instagram que o crime foi cometido por quatro homens

[Camaçari: Homem leva 4 tiros após beijar companheiro em bar]
Foto : Reprodução / Google Street View

Por Adelia Felix no dia 22 de Outubro de 2019 ⋅ 16:52

Marcelo Macedo, 33 anos, foi atingido por quatro tiros após beijar outro homem dentro de um bar, no bairro de Inoccop, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, neste domingo (20). Após o ocorrido, a vítima foi socorrida para o Hospital Geral de Camaçari (HGC), onde permanece internada até esta terça-feira (22).

Ao Metro1, a Polícia Civil informou por meio de nota que equipes da 18ª Delegacia Territorial (DT) iniciaram as investigações. Além disso, acrescentou que informações preliminares foram colhidas no hospital onde a vítima está internada e no estabelecimento onde o fato ocorreu. 

Um amigo da vítima relatou por meio do Instagram que o crime foi cometido por quatro homens. “Ele saiu com o companheiro dele para um bar. Chegando lá, avistou em outra mesa, uma amiga de infância que estudou com ele. Ela estava sentada na mesa de alguns agressores. Marcelo deu um ‘tchau’ para ela, e ela fez um coração pra ele. Nesse momento, o rapaz que estava com ela não gostou, e para jogar um gelo nessa situação ele acariciou o companheiro, e falou ‘ele tá com ciúmes, tô te fazendo carinho para ele ver que eu não gosto de mulher’”, relata o amigo da vítima.

Em seguida, o homem vai até Marcelo e o companheiro dele. “Perguntou se ele não tinha respeito às pessoas do bar. Meu amigo se levantou e o homem começou agredir Marcelo. Depois, mais três homens se levantaram, três partiram para cima de Marcelo, o espancaram até cair, o outro agredindo o companheiro de Marcelo, agredindo e mandando ele fugir do local. Quando o rapaz correu ele viu um dos homens sacar a arma e efetuar os disparos em Marcelo. Mesmo ele estando caído, com dois disparos, quase desfalecido, eles vieram, continuaram a agressão e efetuaram mais dois disparos”, relata. 

O amigo de Marcelo detalhou também que uma bala acabou perfurando o pulmão dele, destruindo o baço, parte da vesícula e do diafragma.

Notícias relacionadas