Cidade

'A gente espera que ele não pegue menos de 20 anos', diz Davi Gallo sobre acusado de matar Moa do Katendê

Paulo Sérgio é acusado de atingir Romualdo da Costa com 13 facadas por todo o corpo, após uma discussão sobre os candidatos à presidência da República de 2018

['A gente espera que ele não pegue menos de 20 anos', diz Davi Gallo sobre acusado de matar Moa do Katendê]
Foto : Aline Reis/BNews

Por Kamille Martinho no dia 21 de Novembro de 2019 ⋅ 17:13

O promotor do Ministério Público da Bahia, Davi Gallo, disse hoje (20) que a expectativa é que o júri popular condene o barbeiro Paulo Sérgio Ferreira de Santana, acusado de assassinar o mestre de capoeira Romualdo Rosário da Costa, conhecido como Moa do Katendê, a pelo menos 20 anos. As informações são do BNews.

Paulo Sérgio é acusado de atingir Romualdo da Costa com 13 facadas por todo o corpo, após uma discussão sobre os candidatos à presidência da República de 2018.

“O crime foi cometido por motivo fútil, em uma discussão sem importância, na qual o acusado tomou-se de um instinto assassino, teve tempo de premeditar o crime, vai até a residência, pega uma faca e pega a vítima de costas, sem ter chance de defesa. Um crime covarde, que eu sei que a sociedade vai dar a resposta à altura”, afirmou o promotor.

O barbeiro ainda foi denunciado por tentativa de homicídio contra Germino do Amor Divino Pereira, que estava ao lado do capoeirista no momento do crime. 

Notícias relacionadas