METROPOLE

Quinta-feira, 13 de maio de 2021

Cidade

Novo presidente da Fundação Palmares nega existência de racismo

Militante de direita Sérgio Nascimento de Camargo pediu o fim do movimento negro

Novo presidente da Fundação Palmares nega existência de racismo

Foto: Reprodução

Por: Metro1 no dia 27 de novembro de 2019 às 16:59

O novo presidente da Fundação Cultural Palmares, responsável por promover a cultura afro-brasileira, o militante de direita e jornalista Sérgio Nascimento de Camargo, já declarou que no Brasil não existe "racismo real", que o movimento negro precisa ser "extinto" e que a escravidão foi "benéfica para os descendentes".

Sua nomeação foi publicada hoje (27) no Diário Oficial da União. Ele substitui Vanderlei Lourenço na presidência da Fundação. Outras mudanças na área de cultura foram publicadas no DOU, como na Secretaria do Audiovisual e na Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura, que aplica a Lei Rouanet.

Camargo, em redes sociais, já defendeu o fim do feriado da Consciência Negra, criticou manifestações culturais associadas à população negra, e atacou personalidades negras como Marielle Franco, Taís Araújo e Lázaro Ramos. No dia 15 de setembro, Camargo declarou que no Brasil só existe um racismo "nutella", enquanto nos Estados Unidos existe racismo "real". "A negrada daqui reclama porque é imbecil e desinformada pela esquerda", afirmou ele.

TV METRO

Comentários

Silvio Humberto

Em 13 de maio de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Novo presidente da Fundação Palmares nega existência de racismo - Metro 1