Cidade

Após polêmica, prédio de luxo La Vue na Barra terá versão menor; obras devem ser retomadas

O novo empreendimento terá apenas oito andares e, no máximo, dois quartos por apartamento

[Após polêmica, prédio de luxo La Vue na Barra terá versão menor; obras devem ser retomadas]
Foto : Reprodução

Por João Brandão no dia 17 de Janeiro de 2020 ⋅ 15:43

As obras do empreendimento de alto luxo La Vue, localizado na Ladeira da Barra, área nobre de Salvador, deverão ser retomadas em breve. Em entrevista ao Metro1, o secretário de Desenvolvimento Urbano de Salvador (Sedur), Sergio Guanabara, o empreendedor ingressou com novo pedido para licença de construção naquele local.

"Aquela licença está embargada, morreu, agora estamos analisando outro processo, que está em conformidade com as normas da prefeitura e do Iphan [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional]", afirmou Guanabara.

O empreendimento esteve envolvido nas polêmicas referentes à liberação de obras, que envolveram Geddel Vieira Lima, na época ministro-chefe da Secretaria de Governo Temer, e Marcelo Calero, ex-ministro da Cultura. Dias depois, Geddel pediu demissão do cargo. O impedimento da construção do La Vue foi apontado pelo ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, como o principal motivo para sua saída da Esplanada dos Ministérios em novembro de 2016. Segundo Calero, ele sofreu pressão de Geddel para que o empreendimento imobiliário fosse autorizado pelo Iphan.

No embargo, o Iphan entendeu que os responsáveis pelo empreendimento descumpriram a autorização do órgão ao tentar construir um prédio com 97,88 metros de altura e um total de 31 pavimentos, sendo que a construção liberada foi de, no máximo, 13 andares.

Desta vez, a nova licença consiste em uma versão muito mais "light". O novo prédio terá apenas oito andares e, no máximo, dois quartos por apartamento.

Notícias relacionadas