Cidade

Parceria entre Sempre e Ministério realiza mutirão para perícia de crianças com microcefalia em Salvador

Na manhã de hoje foram realizados 85 atendimentos na agência do INSS do bairro de Brotas

[Parceria entre Sempre e Ministério realiza mutirão para perícia de crianças com microcefalia em Salvador]
Foto : Divulgação

Por Luciana Freire no dia 25 de Janeiro de 2020 ⋅ 15:00

 

Um mutirão de perícias para a concessão da Pensão Especial Vitalícia à crianças com microcefalia realizou 85 dos 108 atendimentos agendados na agência do INSS do bairro de Brotas, em Salvador, na manhã de hoje (25). Os mais de 80% de adesão foram alcançados na capital baiana graças ao trabalho de articulação entre a Secretaria Municipal de Promoção Social (Sempre) e Combate è Pobreza e o Ministério da Cidadania.

A ação contou com as presenças da secretária nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, Mariana Neris, e da secretária da Sempre, Ana Paula Matos, além de diretores da pasta municipal que acompanharam a realização das perícias. 

“É uma vitória muito importante para essas famílias, já que o benefício anteriormente tinha caráter temporário de até 3 anos. A participação efetiva da Sempre desde o início desse processo foi de extrema relevância para alcançarmos essa conquista.  Estamos em contato diário com essas crianças, através do nosso Centro Dia, acompanhando a história e o desenvolvimento de cada uma delas. Essa é uma conquista tem um significado muito grande para a nossa Secretaria”, comemorou a secretária da Sempre, Ana Paula Matos. 

De acordo com a secretária nacional de Assistência Social, a capital baiana tem avançado muito na assistência às pessoas com deficiência. Além das perícias realizadas hoje, os representantes do Ministério e da Sempre também acordaram sobre a realização contínua de busca ativa e palestras para informar famílias que têm direito ao benefício.

Notícias relacionadas

[Major da PM destaca a importância do bloco Ilê Aiyê]
CidadeCarnaval 2020

Major da PM destaca a importância do bloco Ilê Aiyê

Por Luciana Freire/ James Martins no dia 22 de Fevereiro de 2020 ⋅ 22:26 em Cidade

“É a partir dele que muitos meninos e meninas negras começaram a ver que havia beleza em nós”, afirmou Denice Santiago