Cidade

Audiência de médica acusada de causar morte de professora no trânsito é adiada

O depoimento foi remarcado para o dia 27 de abril

[Audiência de médica acusada de causar morte de professora no trânsito é adiada]
Foto : Reprodução/TV Bahia

Por Lara Curcino no dia 28 de Janeiro de 2020 ⋅ 10:40

Foi adiada a audiência que ocorreria na tarde de ontem (27), na 16ª Vara Criminal, no bairro de Sussuarana, em Salvador, para tratar do processo da morte no trânsito da bailarina e professora de dança Geovanna Alves Lemos.

A medida ocorreu porque a parte acusada não compareceu ao local para prestar depoimento. A defesa da médica Rute Nunes Queiroz justificou ausência alegando “contingência médica” de um dos advogados. Uma nova audiência foi marcada para o dia 27 de abril. 

O acidente em que morreu Geovanna, de 41 anos, ocorreu no da 15 de março de 2018, por volta do meio-dia, no bairro soteropolitano da Pituba. A professora estava a caminho do trabalho, a bordo de um mototáxi, quando foi atingida pelo veículo conduzido por Rute, que estava em alta velocidade. De acordo com os autos do processo, a médica fazia uso do celular enquanto dirigia e, ao atropelar a motocicleta, acelerou para evadir do local e passou por cima do corpo da bailarina, que morreu. 

Notícias relacionadas

[Nova orla de Ondina será inaugurada nesta terça]
Cidade

Nova orla de Ondina será inaugurada nesta terça

Por Kamille Martinho no dia 17 de Fevereiro de 2020 ⋅ 15:00 em Cidade

As intervenções envolveram colocação de novo asfalto e passeio em concreto, ciclovia, meio-fio em granito, iluminação em LED , drenagem e requalificação da Praça das Gord...