Cidade

Sérgio Guanabara explica ação da Sedur no Carnaval 2020

Prefeitura realiza cerca de 1190 ações de fiscalização para Carnaval, entre notificações e autos de infração

[Sérgio Guanabara explica ação da Sedur no Carnaval 2020]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Luciana Freire no dia 20 de Fevereiro de 2020 ⋅ 21:31

O secretário municipal de Desenvolvimento e Urbanismo de Salvador (Sedur), Sérgio Guanabara, conversou com a Rádio Metrópole hoje (20) no estúdio do Carnaval 2020 e comentou a ação da secretaria na organização da folia.

A prefeitura realiza cerca de 1190 ações de fiscalização para Carnaval, entre notificações e autos de infração. As equipes também atuam de forma ostensiva na fiscalização da montagem de estruturas, como camarotes, praticáveis e arquibancadas. 

Além disso, há também o trabalho de preparação do circuito para o carnaval, quando os camarotes invadem os passeios acontece o encurtamento das vias, o que acaba atrapalhando o folião e a passagem dos trios. A Sedur fiscaliza esse espaço, para garantir a distância adequada para a segurança da festa.

Para o carnaval a Sedur também realiza um trabalho de conscientização, alertando os proprietários de imóveis dos circuitos sobre a proibição em utilizar as marquises como camarotes.

“Nós fiscalizamos todo o circuito da avenida Sete, o trecho é muito vulnerável no sentido de utilização da marquise como camarote, tem muita residencia e comercio. Nós fiscalizamos todos eles, mandamos fazer a interdição desses espaços. Não obstante, a fiscalização vai continuar presente ao longo do circuito, para inibir qualquer tipo de prática dessa forma”, afirmou o secretário.

E com o fim da festa, a Sedur continua seu trabalho, desta vez com a etapa de desmonte dos camarotes. “Eles têm até 15 dias para fazer a desmontagem, a gente trabalha com um prazo de 10 dias e cinco de tolerância para a cidade voltar a sua condição original”, disse Guanabara.

Notícias relacionadas