Cidade

Polícia Militar repudia provocação de Kannario: 'Atitude irresponsável e criminosa'

Em nota, corporação afirma que deputado "incitou foliões contra os policiais presentes" e questiona decoro do parlamentar

[Polícia Militar repudia provocação de Kannario: 'Atitude irresponsável e criminosa']
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 24 de Fevereiro de 2020 ⋅ 19:00

A Polícia Militar da Bahia lançou nota de repúdio na noite desta segunda-feira (24) contra as declarações do deputado federal Igor Kannario durante passagem de trio no Circuito Osmar (Campo Grande). Em tom de provocação, o cantor xingou os policiais presentes e chegou a afirmar que "Se acontecer algo comigo, me matarem, foi a Polícia Militar".

Na nota, o comando da PM-BA classificou a conduta de Kannario como "atitude irresponsável e criminosa" e afirmou que "o também deputado federal incitou os foliões contra os policiais militares que faziam o policiamento do circuito Osmar".

"É inaceitável que qualquer pessoa, ainda mais um parlamentar, tente comprometer a honra da instituição e de policiais militares que estão comprometidos e empenhados na defesa da sociedade baiana. Todas as medidas judiciais cabíveis que o caso requer serão adotadas", finalizou. 

Esclarecimento - Em nota divulgada nesta noite de sexta (24), o deputado federal Igor Kannario afirmou que tem "imenso respeito e admiração pela Polícia Militar" e que a situação teria sido causada após tratamento agressivo de alguns agentes contra os foliões. Kannario disse que frente a isso, não irá se calar quando excessos forem cometidos.

"Mantenho meu imenso respeito pela Polícia Militar, valorosa instituição que tanto orgulha a Bahia. Mas ressalto que não vou me calar diante dos excessos, ainda mais contra a minha pipoca, que saiu das favelas para fazer uma festa linda na Avenida. Sou um político que tenho lado, e meu lado é o povo", afirmou.

Notícias relacionadas