Cidade

Transalvador estuda rodízio em Salvador após relaxamento de isolamento na capital

De acordo com superintendente do órgão, capital baiana registrou baixa adesão ao isolamento social e teve alta no fluxo de trânsito, o que levou autarquia a preparar protocolo da medida na cidade

[Transalvador estuda rodízio em Salvador após relaxamento de isolamento na capital]
Foto : Max Haack/Secom/PMS

Por Matheus Simoni e Lara Curcino no dia 18 de Maio de 2020 ⋅ 09:24

O superintendente da Transalvador, Fabrizio Muller, afirmou que o órgão de trânsito registrou um relaxamento no isolamento social de Salvador diante da pandemia de coronavírus. Após uma queda de cerca de 64% no fluxo de veículos, o índice passou a ser de apenas 12%, em comparação ao período anterior à quarentena. De acordo com o gestor, a quantidade de carros se assemelha ao período de férias escolares.

"Temos acompanhado bastante a volumetria das vias, com equipamentos de radares que fazem a contagem de todos os veículos que passam nas vias monitoradas. A gente percebe que houve uma queda muito acentuada, a princípio, com uma taxa de cerca de 64%. Ao longo das semanas, percebemos um relaxamento das pessoas e um retorno dos veículos às ruas. No último final de semana, tivemos uma redução registrada de apenas 12% em comparação ao período anterior à pandemia, o que é mais ou menos o que vemos em períodos de férias escolares", disse, em entrevista a Mário Kertész na Rádio Metrópole hoje (18). 

Questionado sobre a possibilidade de adoção de rodízio de veículos na capital baiana, Muller declarou que há indícios de que a cidade passe a utilizar a medida diante da baixa adesão ao isolamentos social. "A gente vem planejando diversas ações, inclusive o rodízio, que é uma ferramenta, pra que, caso seja necessário, já estejamos prontos. Mas acredito que houve equívocos da forma que foi feito em São Paulo, por exemplo. Teríamos que fazer isso casado com outras ações pra que não houvesse uma migração em massa para transportes públicos, como lá", afirmou o superintendente.

Em pronunciamento nesta manhã, o prefeito ACM Neto declarou, no entanto, que a prefeitura ainda não cogita implementar a ideia de rodízio nas próximas semanas.

Notícias relacionadas