Cidade

Nova secretária da Sempre prega continuidade no trabalho de combate à pandemia

Juliana Portela atua na assistência social há 20 anos

[Nova secretária da Sempre prega continuidade no trabalho de combate à pandemia]
Foto : Metropress

Por Matheus Simoni no dia 09 de Junho de 2020 ⋅ 08:43

Nova secretária de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Juliana Guimarães Portela disse que dará continuidade ao trabalho que vem sendo desempenhado na gestão municipal na área. Em entrevista a Mário Kertész hoje (9), durante o Jornal da Bahia no Ar da Rádio Metrópole, ela comentou que já acumula experiência em diversas frentes atendidas pela pasta.

"Venho coordenando as operações especiais da Sempre, como operação Chuva, Réveillon,Carnaval e todas as políticas sociais da Sempre. Nesse momento de pandemia, assumi esse desafio, que é coordenar essa honrosa secretaria que nesse momento teve esse empoderamento tão glorioso de cuidar dessas famílias mais vulneráveis da cidade. É com muita honra que assumo esse desafio de dar continuidade do trabalho da então secretária da Ana Paula Matos e também do secretário Léo Prates, que saiu dessa secretaria para coordenar a secretaria de Saúde. Estamos preparados e confio nessa equipe", disse secretária.

Juliana Portela acumulará a Diretoria de Proteção Social Especial (DPSE) da pasta, em cargo que ocupa há 3 anos. Ainda segundo a gestora, os serviços da secretaria passaram por remodelação para atender as recomendas das autoridades sanitárias. "Em março, diante desse cenário da pandemia, em consonância com as diretrizes do prefeito ACM Neto, tivemos que reconfigurar e reorganizar os nossos serviços de acordo com a OMS", apontou.

A nova titular da Sempre é concursada, atua na assistência social há mais de 20 anos. Possui especialização em Gestão Pública pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Gestão Municipal do Sistema Único de Assistência Social e curso de extensão em Gestão de Contratos e Convenções, ambos pela Fundacem.

A Diretoria de Proteção Social Especial da Sempre, conduzida por Juliana Portela desde 2015, é destinada a famílias e indivíduos que se encontram em situação de risco pessoal e social, por ocorrência de abandono, maus tratos físicos e/ou psíquicos, abuso sexual, uso de substâncias psicoativas, cumprimento de medidas socioeducativas, situação de rua, situação de trabalho infantil, entre outras situações de violação dos direitos.

Notícias relacionadas