Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cidade

Sem cumprir nem metade de carga horária exigida, Faculdade São Salvador quer concluir semestre

Instituição soteropolitana responde por ação na Justiça movida por alunos, que chegaram a enviar ainda denúncia ao Procon

[Sem cumprir nem metade de carga horária exigida, Faculdade São Salvador quer concluir semestre]
Foto : Reprodução/Google Street View

Por Lara Curcino no dia 04 de Julho de 2020 ⋅ 11:23

Alunos matriculados em cursos da faculdade soteropolitana São Salvador acusam a instituição de tentar concluir o semestre sem que tenha sido cumprida sequer metade da carga horária exigida, em meio à pandemia de coronavírus. 

De acordo com informações obtidas pelo Metro1, os estudantes alegam que os poucos professores que aderiram ao ensino online durante a pandemia já não utilizam mais a plataforma devido ao atraso salarial que ocorre desde antes da suspensão das aulas presenciais. Alguns docentes chegaram a passar atividades, mas sem ministrar conteúdo ou enviar correções. Estudantes de Serviço Social e Fisioterapia tiveram apenas um professor que manteve as aulas à distância em cada curso. 

Apesar de atenuado durante pandemia, o problema com a instituição é mais antigo: acontece desde o semestre passado, 2019.2. Uma denúncia já foi enviada ao Procon Bahia, com assinatura de 200 alunos da São Salvador, e ao menos 20 entraram na Justiça. 

Alunos de Serviço Social alegam que a disciplina de estágio não foi realizada porque a faculdade não firmou acerto com o local onde seria posto em prática o componente curricular. Ainda segundo os estudantes que movem a ação, o semestre atual (2020.1), que estava previsto para começar no dia 23 de janeiro, só teve início em março. Já graduandos em Fisioterapia acusam a instituição de deixar que várias disciplinas ficassem sem professor. 

O Metro1 entrou em contato com a Faculdade São Salvador, que não respondeu ainda o fechamento desta matéria.

Notícias relacionadas