Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Cultura

Com participação de Caetano Veloso, especial 'Abraço no Tempo' encerra temporada do TCA

Gravada nos espaços do complexo cultural, produção reúne Osba e BTCA, além de homenagear Ludwig Van Beethoven

[Com participação de Caetano Veloso, especial 'Abraço no Tempo' encerra temporada do TCA]
Foto : Reprodução

Por Juliana Rodrigues no dia 31 de Dezembro de 2020 ⋅ 12:30

Uma produção especial do Teatro Castro Alves (TCA) marca o encerramento da temporada 2020 do complexo cultural. Intitulado "Abraço no Tempo", o trabalho em vídeo foi lançado hoje (31) no YouTube do TCA e reúne o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) e a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA), corpos artísticos do teatro, com participação especial de Caetano Veloso.

Gravada nos palcos e espaços do Complexo do TCA, a produção propõe uma metáfora sobre a relação do homem com o tempo, ao mesmo tempo em que reflete sobre as vivências coletivas da pandemia de Covid-19 e homenageia o compositor alemão Ludwig Van Beethoven, nascido há 250 anos. 

Ao longo de 45 minutos, são apresentadas as seguintes composições: “Allegro ma non troppo” do Concerto para violino em Ré Maior, Op. 61, com a solista Priscila Rato, violinista e spalla da OSBA, e “Allegro com Brio” da Sinfonia n° 7 em Lá Maior, Op. 92, ambas de Beethoven, além de um arranjo especial assinado por Marcelo Caldi que une a Sinfonia nº 9 “Tema final”, também de Beethoven, à canção “Oração ao Tempo”, de Caetano.

"Abraço no Tempo" tem roteiro de Moacyr Gramacho e Fábio Espírito Santo, que assinam direção geral junto a Adriano Moraes, assistência de direção de Rose Lima e Wanderley Meira, direção musical de Carlos Prazeres, direção de arte de Renata Mota, coreografia de Ana Paula Bouzas a partir de criações dos bailarinos do BTCA, iluminação de João Batista, sonorização de Beto Santana e Vavá Furquim, direção de produção de Virginia Da Rin e suporte de engenharia do espetáculo do Centro Técnico do TCA.

Notícias relacionadas