Segunda-feira, 06 de dezembro de 2021

Cultura

Festival de Jazz do Capão divulga data após segundo parecer negativo da Funarte

Fundação Nacional de Artes descumpre decisão judicial e repete texto de análise em segundo parecer

Festival de Jazz do Capão divulga data após segundo parecer negativo da Funarte

Foto: Reprodução Facebook

Por: Metro1 no dia 15 de outubro de 2021 às 16:25

Depois de a Fundação Nacional de Artes (Funarte) descumprir decisão judicial e negar novamente a habilitação para o Festival de Jazz do Capão (FJC) captar o financiamento pela Lei Rouanet , o evento divulgou a grade de programção.

A 9ª edição será no formato online e sem público presente. O festival será transmitido de 12 a 14 de novembro (sexta a domingo), às 20h, no canal do FJC no YouTube e na TVE.

Para manter este ambiente de natureza que junto com a música é a essência do Festival, a maioria dos shows foram gravados no distrito de Caeté-Açu (Vale do Capão), localizado no município de Palmeiras, a 440 km de Salvador. Pela quinta vez, desde 2015, o projeto conta com apoio financeiro do Governo do Estado. O recurso é viabilizado através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. O evento tem ainda o patrocínio cultural da Paulo Coelho and Christina Oiticica Foundation. A realização é da Cambuí Produções.

Em sua 9ª edição o festival que é gratuito, traz na programação grandes nomes da música local, nacional e internacional. A programação deste ano apresenta a Mostra Capão com Isa Cardona, Luciano Menderete, Leonardo Frodo e Çağıl Çokan Quarteto (Bahia); a Mostra UFBA com Angella Velloso Quarteto (Bahia); Ivan Sacerdote & Felipe Guedes (Bahia); Marcelo Galter e Grupo (Bahia); Salomão Soares & Vanessa Moreno convidam Guegué Medeiros (São Paulo); e Quartinas que tem em sua composição Léa Freire, Tatiana Parra, Tarita de Souza e Thaís Nicodemo (São Paulo). Nesta edição o FJC terá como atrações internacionais o venezuelano radicado em Los Angeles, Otmaro Ruiz; e Wanja Slavin - Lotus Eaters, da Alemanha. Além de uma série de “participações afetivas” e surpresas emocionantes.

Confira a programação completa no site do FJC.

Lei Rouanet - Após ficar um ano sem ser realizado por conta da pandemia do Coronavírus – Covid-19 e ter parecer técnico “desfavorável” para a Lei Rouanet, ao se posicionar como “antifascista e pela democracia”, o FJC inicia sua retomada com uma edição online. Com a grande repercussão na mídia nacional e redes sociais do parecer da Funarte/Governo Federal, o Festival ganhou a solidariedade e apoio de milhares de pessoas e instituições.

O produtor executivo do Festival de Jazz do Capão, Tiago TAO, e mais 13 deputados federais que integram a Comissão de Cultura da Câmara acionaram a justiça pedindo a suspensão do parecer da Fundação Nacional das Artes (Funarte) que impediu que os organizadores pudessem captar recursos por meio da Lei Rouanet. No entanto, a Funarte descumpriu a decisão judicial e repetiu o texto de análise em segundo parecer negando novamente a captação de recursos para o Festival de Jazz do Capão.

Após este segundo parecer, a Comissão de Cultura da Câmara acionou novamente a justiça para solicitar o reconhecimento do descumprimento da decisão judicial, a reanálise do parecer do projeto do Festival de Jazz do Capão, a determinação de multa diária no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) pelas violações praticadas e apuração de possível crime de descumprimento de ordem judicial pelo Secretário Especial de Cultura,  Mário Luís Frias e pelo Diretor Executivo da Fundação Nacional das Artes (Funarte), Marcelo Nery Costa. O caso ainda está em tramitação.

 

Festival de Jazz do Capão divulga data após segundo parecer negativo da Funarte - Metro 1