Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Home

/

Notícias

/

Cultura

/

Morre o lendário Roberto Carlos da Liberdade, aos 69 anos

Cultura

Morre o lendário Roberto Carlos da Liberdade, aos 69 anos

Jorge Antônio Roseira dos Passos foi apelidado com o nome do cantor após participar do programa de calouros de Waldir Serrão na TV Itapoan

Morre o lendário Roberto Carlos da Liberdade, aos 69 anos

Foto: Divulgação

Por: James Martins no dia 19 de fevereiro de 2024 às 15:41

Morreu domingo (18), aos 69 anos, Jorge Antônio Roseira dos Passos, mais conhecido como o Roberto Carlos do bairro da Liberdade. Ele foi sepultado na manhã desta segunda-feira (19), no cemitério Campo Santo, na Federação. Aliás, apesar de ser identificado com a já citada Liberdade, palco de suas performances nas portas ou dentro das lojas, era mesmo na Federação que ele morava.

"Desde pequena eu o via dançando, sempre alegre... era um símbolo mesmo do comércio da rua Lima e Silva. Já estou sentindo saudades, Roberto Carlos marcou época no bairro e ficou conhecido por pessoas da cidade inteira", diz a cabelereira Edna Mendonça, ao ser informada do falecimento. 

Jorge Antônio foi apelidado para sempre com o nome do rei da música brasileira depois que participou, lá pelos anos 1970, do programa de calouros de Waldir Serrão, o Big Ben, pioneiro do rock'n'roll na Bahia, na TV Itapoan, imitando o cantor-símbolo da Jovem Guarda.

Mas a história terminou de ser escrita com a sua presença constante no bairro do Ilê Aiyê, onde dançava, paquerava e acenava em frente às lojas, convertendo-se em figura folclórica da cidade como foram a Mulher de Roxo e o Guarda Pelé, por exemplo. Seu último ponto fixo foi na Ricardo Eletro da entrada da Central, onde comparecia com mais assiduidade que os próprios funcionários.

Relembre um momento alegre da figura: