Cultura

Morre o cineasta Nelson Pereira dos Santos, aos 89 anos

Morreu neste sábado (21), o cineasta Nelson Pereira dos Santos, aos 89 anos, em decorrência de um tumor no fígado. Ele estava internado no hospital Samaritano, em São Paulo, desde o último dia 12, devido a uma pneumonia. [Leia mais...]

[Morre o cineasta Nelson Pereira dos Santos, aos 89 anos]
Foto : Divulgação

Por James Martins no dia 21 de Abril de 2018 ⋅ 20:35

Morreu neste sábado (21), o cineasta Nelson Pereira dos Santos, aos 89 anos, em decorrência de um tumor no fígado. Ele estava internado no hospital Samaritano, em São Paulo, desde o último dia 12, devido a uma pneumonia.

Nelson é um dos principais nomes do Cinema Novo e também de todo o cinema nacional, diretor de filmes icônicos como \"Rio, 40 Graus\", \"Vidas Secas\", \"Memórias do Cárcere\" e \"Rio, Zona Norte\". Em 2012 lançou o documentário \"A Música Segundo Tom Jobim\", onde processou uma pequena revolução na linguagem de filmes musicais desse tipo. Em seguida veio \"A Luz do Tom\", seu último trabalho.

Em 2006, ele tornou-se o primeiro cineasta a ganhar uma cadeira na Academia Brasileira de Letras, em reconhecimento à importância de seu trabalho na Sétima Arte.

Vencedor do Prêmio FIPRESCI por Memórias do Cárcere e também do Prêmio OCIC, por Vidas Secas, ambos concedidos após participações no Festival de Cannes, Nelson marcou presença também no Festival de Berlim, onde competiu por quatro vezes ao Urso de Ouro, com \"Fome de Amor\", \"Como Era Gostoso o Meu Francês\", \"Tenda dos Milagres\" e \"A Terceira Margem do Rio\".

Notícias relacionadas

[ 'Teatro me alimenta', celebra ator Frank Menezes ]
Cultura

'Teatro me alimenta', celebra ator Frank Menezes

Por Juliana Almirante no dia 10 de Dezembro de 2019 ⋅ 12:34 em Cultura

Conhecido por espetáculos teatrais como "A Bofetada", ele afirmou que, apesar de as peças serem baseadas em textos, cada apresentação se torna diferente