Cultura

Escritor diz que é preciso dar mais atenção à influência portuguesa no Brasil

Em entrevista à Rádio Metrópole, Noelio Dantaslé Spínola analisou as contribuições de Portugal na formação da nação brasileira

[Escritor diz que é preciso dar mais atenção à influência portuguesa no Brasil]
Foto : Tácio Moreira / Metropress

Por Juliana Rodrigues no dia 24 de Outubro de 2018 ⋅ 12:00

O professor e escritor Noelio Dantaslé Spínola afirmou hoje (24), em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, que a importância dos portugueses na formação da nação brasileira se reflete em diversos aspectos, mas não recebe a atenção devida.

De acordo com Spínola, que lança amanhã (25) o livro "Raízes: A Contribuição Portuguesa na Formação da Cultura Brasileira", a influência de Portugal é pouco citada quando se analisa os processos históricos que constituíram o Brasil como é hoje.

"Temos uma concentração nos livros de história, nos livros sobre a Bahia, sobre a nossa herança africana. Então, duas outras etnias extremamente importantes na construção do nosso país são colocadas em segundo plano. A primeira é a indígena, e outra que tem sido muito pouco considerada é a portuguesa. Mas, sem querer copiar [o escritor] Gilberto Freyre, na obra 'Casa Grande & Senzala', eu diria que o português criou o Brasil", definiu.

Na visão do escritor, as contribuições de Portugal podem ser notadas na língua, na religião, na cultura e até mesmo nas bases jurídicas e burocráticas do Brasil. "Uma influência portuguesa que tem um aspecto negativo é o patrimonialismo, que até hoje perdura e que é o responsável por essa tremenda corrupção e que desemboca nessa situação que nós nos encontramos hoje", analisou.

O lançamento do livro "Raízes: A Contribuição Portuguesa na Formação da Cultura Brasileira" acontece amanhã, às 18h, no Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, que fica no bairro da Piedade, em Salvador.

Notícias relacionadas