Cultura

Metrópole ouviu CD novo de Anitta que vazou; ela brilha, mas não empolga

A grande surpresa ficou para o final. Com Caetano Veloso, Anitta explora seu lado MPB

[Metrópole ouviu CD novo de Anitta que vazou; ela brilha, mas não empolga]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 04 de Abril de 2019 ⋅ 15:13

Ela está de volta! um dia antes do previsto, graças a um vazamento, mas está de volta. Alguém burlou a estratégia de Anitta e sua equipe e vazou “Kisses”, seu novo álbum, que só sairá amanhã (5), acompanhado de clipes para as  dez músicas. 

A Metrópole ouviu as faixas (apesar de não concordar com o vazamento) e adianta um pouco do conteúdo. Como já divulgado, a produção é cheia de parcerias. Anitta brilha nas músicas, que têm muito mais a quase-ex-funkeira do que os convidados. Sozinha ela só canta em Atención, que abre o disco, e Juego, a penúltima. 

Atención tem 2:40, uma pegada country no começo, mas que logo dá espaço para o reggaeton. "Você achou que eu não iria balançar minha bunda em espanhol?", pergunta a cantora, que ainda ressalta sua origem de Honório Gurgel, bairro da periferia do Rio de Janeiro. Seria uma referência ao áudio em que ela nega ser "pão dura"? 

"Banana", segunda música da lista e uma parceria com Becky G. não empolga. Apela para trocadilhos óbvios com chocolate, banana e cita até Willy Wonka, da Fantástica Fábrica de Chocolates. 

Estaria em "Onda Diferente" a realeza do funk brasileiro? Anitta e Ludmilla cantam por cima dos beats mais do que conhecidos dos brasileiros. A música tem ainda o DJ brasileiro Patatinho e Snoop Dogg, que agradece à cantora pela parceira. A música é gostosinha 

"Sin Miedo" repete a fórmula do reggaeton e tenta incutir nos “anitters” uma batida grudenta. Talvez dê certo. Se até aí o álbum pega fogo, em “Poquito” ele dá uma esfriada, mas não para o mal. A música é linda, em inglês, e traz uma Anitta fofinha, no estilo “Will I See You”, mas mais americanizada. “Tu y Yo”, da mesma forma, é mais lenta, mas com uma batida que envolve. “Get to Know” vai no mesmo caminho.

“Rosa” é morna e poderia sair facilmente do CD. O negócio melhora em “Juego”, quando o CD volta a ter ritmo e “cara de Anitta”. A grande surpresa ficou para o final. Com Caetano Veloso, Anitta explora seu lado MPB e destoa (ainda bem) de tudo que você ouviu no CD antes. “Sair do preto e branco para o mundo com mais cor”, pede o baiano. O disco termina bem, muito bem. 

Notícias relacionadas