Cultura

Adriana Varejão inaugura sua primeira mostra individual em Salvador

"Por uma retórica canibal" reúne 20 obras da artista carioca e está em cartaz no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA)

[Adriana Varejão inaugura sua primeira mostra individual em Salvador]
Foto : Divulgação

Por Metro1 no dia 17 de Abril de 2019 ⋅ 10:16

Foi aberta nesta terça-feira (16), no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA), a exposição "Adriana Varejão – Por uma retórica canibal", a primeira individual da artista plástica carioca em Salvador. A obra, que reúne 20 obras produzidas entre 1992 e 2016, pode ser visitada até o dia 15 de junho, com entrada gratuita. 

A curadoria, assinada por Luisa Duarte, pretende descentralizar o acesso à produção da artista que já expôs Nova York, Londres, Paris e outros locais e inclui trabalhos seminais como “Mapa de Lopo Homem II” (1992-2004), “Quadro Ferido” (1992) e “Proposta para uma Catequese”, em suas Partes I e II (1993).

O título da exposição faz referência ao vínculo da obra de Adriana Varejão com a tradição barroca. A retórica é uma estratégia recorrente do barroco, sendo um procedimento que busca a persuasão. Já a retórica canibal se apresenta como um contraprograma, uma contracatequese, uma contraconquista. Trata-se de uma ruptura com as formas ocidentais modernas de pensamento e ação, em busca dos saberes locais, como o legado da antropofagia. Saem de cena o ouro e os anjos, entram em cena a carne e toda uma cultura marcada pela miscigenação.

SERVIÇO
O QUE: Adriana Varejão – Por uma retórica canibal
ONDE: Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA)
QUANDO: 17 de abril a 15 de junho de 2019 (terça a sábado), 13h às 18h
QUANTO: Grátis

Notícias relacionadas

[Chico Buarque vence Prêmio Camões de literatura]
Cultura

Chico Buarque vence Prêmio Camões de literatura

Por Kamille Martinho no dia 21 de Maio de 2019 ⋅ 18:40 em Cultura

A premiação é a mais prestigiada da língua portuguesa, oferecida pelos ministérios da Cultura de Portugal e do Brasil