Cultura

Morre André Midani, um dos homens mais importantes para a música no Brasil

Responsável por consolidar a Bossa Nova no mercado fonográfico, ele tinha 86 anos e lutava contra um câncer

[Morre André Midani, um dos homens mais importantes para a música no Brasil]
Foto : Divulgação

Por James Martins no dia 14 de Junho de 2019 ⋅ 10:15

O produtor musical André Midani, 86 anos, morreu na noite desta quinta-feira (13), no Rio de Janeiro. Ele, que lutava contra um câncer, estava internado na Casa de Saúde São Vicente, na Gávea. 

Midani nasceu na Síria, morou na França e veio para o Brasil em 1955, fugindo da guerra na Argélia. Um dos responsáveis pela consolidação da Bossa Nova no mercado fonográfico, ele transformou a decadente gravadora Philips na poderosa Polygram (atual Universal Music) e trabalhou com artistas como Caetano Veloso, Jorge Benjor, Elis Regina, Tom Jobim, Gilberto Gil, Belchior, Hermeto Pascoal, Paulinho da Viola e Ney Matogrosso. 

"A Bossa Nova está impregnada na música brasileira, só que cada vez mais de maneira mais sutil, o que é péssimo. Agora, o grande legado cultural da Bossa Nova foi ela ter ganho o mundo. Os Estados Unidos, o Japão, a França, a Itália, porque eles, até hoje, escutam e trabalham a Bossa Nova", disse ele, em 2018. 

Dez anos antes, ou seja, em 2008, avaliou a programação radiofônica: "A canção, e não mais o disco inteiro, tinha que ter começo, meio e fim, e se transformar num 'jingle da vida' durante os três minutos de sua existência... Todas as estações de rádio foram obrigadas a tocar a mesma música, 'música de trabalho', e o preço do jabá foi à estratosfera".

Após mudar-se para Nova York em 1990, onde assumiu a presidência da Warner para a América Latina, André Midani, que a grande maioria dos artistas respeitava como um empresário sensível e inteligente, voltou ao Brasil no início dos anos 2000.

Considerado uma das 90 pessoas mais importantes da indústria mundial de discos pela revista "Billboard", em 2005 ele foi condecorado com a Legião de Honra pelo governo francês.

Notícias relacionadas