Cultura

Alceu Valença é destaque da programação de hoje no Pelourinho

Conhecido por canções como  "Anunciação", "Girassol", "La Belle De Jour" e "Morena Tropicana", o artista pernambucano sobe ao palco às 22h

[Alceu Valença é destaque da programação de hoje no Pelourinho]
Foto : Reprodução/ Facebook

Por Juliana Almirante no dia 22 de Junho de 2019 ⋅ 13:30

O cantor Alceu Valença é o principal destaque de hoje da programação de shows no Largo do Pelourinho, em Salvador. 

Conhecido por canções como  "Anunciação", "Girassol", "La Belle De Jour" e "Morena Tropicana", o artista pernambucano sobe ao palco às 22h. 

Em Paripe, a festa começa às 14h30, quando a banda Parangolé animará o público para o jogo entre Brasil e Peru, válido pela fase de grupos da Copa América. 

No Centro Histórico, os shows vão se concentrar nos largos do Pelourinho, Tereza Batista, Quincas Berro D´Água, Pedro Arcanjo e Cruzeiro de São Francisco (Sala de Reboco).

Além de Alceu Valença, nomes como Carlos Pita (18h), Enock Virgulino (20h), Flôr Serena (0h) e Rosy e Banda (1h30) se apresentam no Largo do Pelourinho. No Tereza Batista, sobem ao palco Zelito Miranda (18h), Tenysson Del Rey (20h), Jorge Zarath (22h) e Diego Vieira (0h). 

O Largo Quincas Berro D'Água receberá Zefa Di Zeca (18h), Dois Amores (20h), Léo Novo Som (22h) e Teus Santos (1h30).

Já no Pedro Arcanjo se apresentam Dilsinho Santana (18h), Forró Sarakura (20h), Kimimo do Forró (22h) e Zé de Tonha (0h).

No espaço dedicado à dança, no Cruzeiro de São Francisco (Sala de Reboco), Lore Improta (15h), Trio Anarriê (17h), Pisa Macio (18h), Lucas Tibério (20h) e Poiz é (22h) animam o público. 

Além de Parangolé, o bairro de Paripe, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, receberá apresentações de Anna Catarina (18h30) e Swing do Luh (20h30).

Notícias relacionadas

['Mudou a vida de todos', diz Zuza sobre João Gilberto]
Cultura

'Mudou a vida de todos', diz Zuza sobre João Gilberto

Por Matheus Simoni no dia 11 de Julho de 2019 ⋅ 12:41 em Cultura

Legado de João Gilberto é admirado até os dias de hoje, como lembrou Zuza, que ainda criticou a ignorância de figuras políticas que não reconhecem o artista